Home » Generalidades! » Oito dicas para encontrar passagens aéreas mais baratas na internet

Oito dicas para encontrar passagens aéreas mais baratas na internet

Mas quem nunca passou pela experiência de, dias, horas ou mesmo minutos após ter comprado uma passagem, encontrar outra com valor menor? Para reduzir essa possibilidade ao máximo nas pesquisas de suas próximas férias, listamos algumas dicas.

1. Use os sites que comparam preços

Se você tem flexibilidade de datas para viajar, visite sites como kayak, farecompare, momondo e skyscanner para comparar os valores das passagem.

Vale a pena entrar em vários sites, já que as companhias têm acordos diferentes com cada um deles. Alguns dos sites, por exemplo, incluem tarifas de companhias de baixo custo.

Escolher o dia certo para comprar a passagem também é uma boa estratégia; a terça-feira foi 'eleita' como o melhor dia
Escolher o dia certo para comprar a passagem também é uma boa estratégia; a terça-feira foi ‘eleita’ como o melhor dia

Além disso, você pode filtrar os resultados mais convenientes para sua viagem.

Um ferramente interessante do farecompare e do skyscanner é ativar alertas de tarifas para quando os preços caírem de uma trecho em que você tem interesse.

Já no momondo, a ferramenta “previsão de voo” é útil para te dar detalhes de uma rota específica. Por exemplo: fazendo uma busca de voos de Londres para o México, essa opção mostra em que dias da semana é mais barato viajar ou até em que semanas do ano as tarifas são mais baixas.

Agora, se você tiver um espírito mais aventureiro e topar viajar para onde houver uma oferta, em sites como o skyscanner pode-se colocar como destino “qualquer lugar” e encontrar voos a todos os países.

Uma vez que você encontrar a tarifa mais em conta, não custa checar o valor disponível no site da companhia aérea também.

Mas corra porque algumas companhias, como Lufthansa e o grupo AirFrance-KLM, estão adotando estratégias para combater esses sites, como uma cobrança extra nos bilhetes emitidos fora de seus sites oficiais ou de sistemas operados por agentes de turismo.

A Lufthansa anunciou que vai cobrar 16 euros. A ideia é atrair mais clientes para os sites das companhias aéreas, evitando esses sites intermediários.

2. Cheque quando é mais barato viajar

Provavelmente você já tenha percebido, mas nunca é demais repetir: viajar durante a semana é mais barato.

A sexta-feira e o domingo são os dias mais escolhidos pelas pessoas que viajam a negócios e também para turistas que querem aproveitar o fim de semana. Assim, é mais provável encontrar uma boa oferta na terça ou na quarta-feira.

A ferramenta “previsão de voo”, mencionada no item interior, também pode ajudar a identificar o dia mais barato da semana em uma rota específica.

3. Ver quando é mais barato comprar a passagem

Segundo um comunicado da Airlines Reporting Corporation, publicado em novembro de 2014, o melhor dia para se comprar uma passagem aérea é a terça-feira. A data também é sugerida por vários blogueiros e especialistas em viagens.

As explicações para isso variam, mas, em geral, esse é o momento em que as companhias aéreas lançam suas ofertas de passagens restantes, para tentar obter a ocupação máximo em seus voos.

Monitorar durante vários dias, em horários distintos, ajuda bastante a assumir um risco calculado na hora da compra.

4. Vale a pena esperar uma oferta de último minuto?

Há alguns anos, existia esse mito. Mas atualmente a posição geral da indústria é a de que não vale a pena.

Vários estudos mostram que o ideal é comprar com uma antecedência de cerca de 60 dias para voos internacionais.

Apenas no caso de alguns pacotes de viagens é que pode valer a pena checar ofertas às vésperas da viagem, já que pode haver cancelamentos ou lugares vagos em voos charter.

5. Limpe os cookies de seu computador e troque de navegador

Há relatos de que algumas companhias aéreas usem informações providas por cookies para monitorar sua navegação e aumentar os preços de um voo se souber que você está interessado.

Isso explicaria por que, algumas vezes, quando você volta meia hora depois para comprar uma passagem, encontra um valor mais alto.

Para viagens longas, uma dica é procurar rotas alternativas ou fazer voos com escalas
Para viagens longas, uma dica é procurar rotas alternativas ou fazer voos com escalas

Por outro lado, a jornalista Erica Ho, que trabalhava para a revista Time em Hong Kong, comprovou que os preços das mesmas rotas variavam de maneira exorbitante dependendo do país em que se acessava o site da companhia aérea.

Há muitas estratégias para testar isso: uma opção é apagar as cookies antes de pagar a passagem ou utilizar outro navegador para fazer a mesma busca.

Uma outra dica sugerida por Erica é, no site de compras, trocar a sua localização e o idioma. Se estiver no Brasil, escolha um país diferente e não selecione o português.

6. Busque rotas alternativas

Se não encontrar a oferta que procura e se o destino for distante, uma ideia é usar sua criatividade para buscar voos partindo ou chegando a outros aeroportos ou com escalas.

Por exemplo, se seu destino for São Paulo, voar para Viracopos (no município de Campinas) pode ser mais barato do que para o aeroporto de Guarulhos.

7. Inscreva-se em programas de milhagem

Se você viaja bastante, pode aproveitar as ofertas de programas de fidelidade. Algumas companhias aéreas também oferecem cartões de crédito próprio, com os quais se ganha mais milhas com seu uso.

8. Assine as newsletters das companhias aéreas

Receber ofertas por e-mail pode ser um pouco irritante, mas te permite ficar sabendo em primeira mão quando uma companhia lança uma promoção.

Outra boa ideia pode ser seguir as contas de Twitter das empresas que fazem as rotas que mais te interessam.