Home » Mundo! » Chile quer mudança histórica nas leis sobre o aborto

Chile quer mudança histórica nas leis sobre o aborto

O projeto de lei, que de acordo com diferentes pesquisas tem o apoio de mais de 70% dos chilenos, foi aprovado em geral na Câmara dos Deputados por 66 votos a favor e 44 contra.
O projeto de lei, que de acordo com diferentes pesquisas tem o apoio de mais de 70% dos chilenos, foi aprovado em geral na Câmara dos Deputados por 66 votos a favor e 44 contra.

O Chile é um dos poucos países do mundo onde o aborto é proibido em qualquer situação. Depois de 26 anos de democracia e dezenas de projetos de lei fracassados, o Governo de Bachelet tenta descriminalizar as situações que são, provavelmente, as mais complexas. Se for aprovado no Congresso antes do fim do mandato em março de 2018, como pretende o Executivo, resolveria 5% dos 70.000 abortos clandestinos que, segundo estimativas, são realizados anualmente em condições de risco.